Páginas

Pesquisar este blog

30 maio 2008

As grandes decisões da vida


____________________________________________

Quais são as grandes decisões que tomamos durante a vida. Talvez elas comecem quando tomamos a decisão de arriscamos a dar a primeiro passo sozinho, e nossos pais ficam lá olhando a gente naquela expectativa se vamos conseguir ou não. Mas isso não importa muito para eles, o que importa é a iniciativa que tomamos.
Pouco tempo se passa e a gente começa a encontrar ou desafios, com ir para a escola e encontrar um mundo completamente diferente.

Primeiramente a gente estranha, acho que é assim com todo mundo. Dá aquele medo, um receio de dar tudo errado, e só pelo fato da sua família não estar por perto pode ser apavorante. Mas a gente se acostuma. Começamos a ter uma vida social. Sim nossa vida social começa ai, e se se tiver sorte fará amigos, e se souber cuidar deles vai carregá-los consigo o resto da vida. Eu adoraria listar o nome dessas pessoas aqui, mas não seria justo porque eu poderia esquecer alguém, e ia me sentir triste por isso.

Histórias do tempo do colégio eu tenho várias, a maioria são hilárias e relembra-las é muito bom, ainda mais quando juntamos todo o pessoal daquela época e começamos a conversar.

Sinto saudade do colégio, acho que todo mundo sente.

No colégio é onde vivenciamos o nosso primeiro amor, pelo menos acho que é assim com a maioria das pessoas. Eu não faço idéia de quantas vezes me apaixonei, e até aquela paixonite por uma professora eu já tive.

E é ai que a gente tem a nossa primeira namorada, essa é uma das maiores decisões da sua vida e da pessoa que está ao seu lado. É tudo tão mágico, o primeiro relacionamento, o primeiro beijo, a primeiras juras de amor e o desejo que seja eterno.

Nós somos tão tolos quando somos jovens, e achamos que nunca vamos cair. E é ai que vem o fim do primeiro relacionamento. Quando acontece parece que o chão está longe, a dor que se sente é uma dor que nenhuma arma pode te causar, mas mesmo assim você não morre. A gente levanta mesmo não acreditando que a gente possa continuar em frente, mas muita gente fica ao seu lado te prestando apoio e te dando força (se tiver amigos, mas amigos de verdade é incrível o que eles fazem por você, até sequestrado eu já fui quando estava triste).

A gente segue em frente e se sente mais forte, praticamente inabalável, achando que nunca mais isso vai acontecer com você, e se acontecer vai ver com outros olhos. E você se ilude, você encontra outro alguém e tudo se repete. Isso pode acontecer mais algumas vezes, e realmente a gente fica mais forte. De certa forma a gente começa a ver que em relacionamento, não basta você amar a outra pessoa, você tem de ser amado, não adianta a gente não aceitar o fim, seria pior se continuasse como uma mentira.

E ai pensamos em um momento de raiva, eu quero esquecer esse alguém, não quero me sentir assim. Como somos tolos, pensamos só na tristeza e esquecemos do que se passou, os momentos felizes, as risadas, os choros, abraços, momentos os quais foram únicos, a música que lembra aquela pessoa, você deitado no colo dela e ela deitada no seu. A gente esquece tudo isso, e pode magoa muito essa pessoa se agir com raiva e irá. Então repensem antes de fazer isso, por que eu já o fiz uma vez, e perdi o contato com uma das pessoas mais incríveis que conheci na minha vida, mas hoje em dia ela não é a mesma pessoa, na realidade acho que não somos.

O colégio acaba e duas coisas acontecem. A primeira coisa é que uma outra fase da sua vida começa, mas existe uma dúvida. Que faculdade escolher? Hoje em dia existem tantos cursos, tantas opções que a gente nem sabe o que escolher para a gente, eu mesmo já fiz veterinária e desisti por que não me encontrei no curso, e fui me encontrar no curso de Jornalismo. Essa decisão para mim é uma das maiores decisões, pois o que você escolher vai seguir consigo o resto de sua vida, então tem de ser algo prazeroso. A segunda é que os laços que você fez no colégio podem se perder, e você perde contato com muitas pessoas, é meio triste, pois depois de um tempo você encontra aquelas pessoas e vocês mal se falam. Mas os que você tiver contato sempre vão estar presentes não importa onde você esteja. Meus amigos estão em estados diferentes e a gente se vê por que somos muito amigos, e isso é bom, porque parece que vai ser para sempre (ai vem àquela imagem de você velinho e seus amigos em volta, seria muito engraçado).

A faculdade começa e você aprende que tem de aprender tudo de novo, só que tudo de forma especializada, nossa eu mudei completamente o modo de escrever, isso por que faço Comunicação. Imaginem um médico.

Depois da faculdade a gente começa a formar uma vida independente (pelo menos a gente acha não é), a gente começa a morar sozinho e começa a ter vários deveres a cumprir, como pagar contas, comprar certas coisas, cozinhar, lavar, passar.

Por fim você encontra alguém, aquela pessoa especial, que nem os sonhos poderiam te dar (sonhar faz parte) e vocês se casam e tudo começa mais uma vez. Pelo menos eu acho, já que não sou casado.

E por fim a maior decisão de todas, ter um filho. Acho que nada no mundo se compra a isso. Deve ser incrível, pois a sua vida que já era cheia de decisões começam a ter um sentido, maior do que viver. Você começa a viver por ele, e fica esperando o primeiro passo, a primeira vez que ele vai para o colégio, a primeira namorada, o primeiro termino de namoro, que ele vai chorar com você, a escolha da faculdade, ele vai morar sozinho, ele(a) vai ter um filho e você vira avô/ó ... a vida é surpreendente.

Muitas dessas coisas eu ainda quero viver... e só sei que é assim porque meus pais me contaram.



Nunca temas as grandes decisões!

Viví minha vida e os meus dias,
Sem um sentido que justificasse estar junto a alguém,
Quando já não mais existia sentimentos.
O amor não precisa de uma certidão assinada,
Como prova de um pacto comercial, uma troca.
Isso não nos garante a felicidade,
A alegria e a cumplicidade da vida a dois.
Viví grandes perdas, situações absurdas,
Sofrí no corpo e na alma!
Mas, temia tomar a minha decisão,
O que a razão me mandava fazer,
Por ser o mais sensato e correto!
Colecionei cicatrizes, dores morais,
Magoas que, de tão profundas,
Ficaram tatuadas em mim,
E sei que será impossível perdoar ou esquecer.
Mais o meu amor-próprio falou mais alto.
Em determinada época da minha vida,
Ficou insustentável continuar a sofrer...
Era chegada a hora!
Não havia mais jeito de tolerar o intolerável,
Aceitar uma situação, que no fundo,
Tinha cheiro de tragédia final!
Era decidir, ou decidir!.
E eu fiz a minha escolha, não sei se certa ou errada,
Mas, era a única chance de poder viver aliviada.
Hoje sou um pássaro livre!
Já não tenho asas cortadas...
Hoje, posso viajar em infinitos sem barreiras,
Desvendar horizontes novos,e sem limites.
Posso sonhar, e não ter medo de amar.
Posso ser eu mesma,
E nunca mais terei medo de grandes decisões,
Se as mesmas vierem para libertar-me de cativeiros,
Ou de situações que me sejam desagradáveis!
Hoje sou uma mulher sem medos, sou completa e feliz!
Eu sou livre para voar!


Cida Borges

29 maio 2008

Receita para esquecer um grande amor

_________________________________________

Às vezes eu fecho os olhos, inspiro e procuro sentir a presença de quem já não está por perto. É um método que eu inventei tempos atrás..., e uso sempre quando o amor se transforma em saudade.

Os grandes amores existem. As grandes paixões existem. Eles existem. Eles simplesmente existem. Eu desejo que todo ser humano possa sentir o que eu um dia já senti. Somente uns poucos minutos daquele entorpecimento juvenil, daquela inundação de sentimentos que enlouquecem, daquela loucura toda que te envolve, te amedronta, aquela confusão monstruosa que vivi quando amei. E quando fui amado. Uma paixão avassaladora que me fez acreditar que eu ainda permanecia vivo. Vivo e amando. E amado. Mas, agora, eu fecho os olhos para dormir. A cama cresceu tanto de tamanho, o meu peito cada vez está menor. E muito mais vazio. Ninguém a me ninar. A minha mão não encontra a sua. Quem foi que viu a minha Dor chorando?! (Augusto dos Anjos, "Queixas Noturnas". Mas, no meu caso, diurnas também). Eu quero uma receita para se esquecer um grande amor, o senhor tem aqui para vender? O preço não me interessa, eu só quero poder seguir em frente. Nem precisa ser em frente..., basta seguir. Porque A minha vida sentou-se/ E não há quem a levante (Mário de Sá-Carneiro, "Serradura").

E o vazio logo aparece, não dá um minuto de folga (“meter a cara no trabalho” é algo que também não tem funcionado). O telefone não toca naquela hora, a minha caixa de e-mails não tem pena de mim, já não tem novidade boa a me contar. Uma sensação leve e prematura de derrota logo se apodera da gente. Depois ela cresce. Já não é mais sensação, é derrota mesmo. Eu não tenho mais para quem escrever os meus defeituosos poemas, a quem dedicar meus pensamentos, quem vai me acalmar quando a agonia aparece sem avisar? Eu me sinto tão sozinho. Por vezes eu nem me sinto. Meus olhos não vertem lágrimas, o meu coração não dispara. Será mesmo que estou vivo? Ainda nem maldisse toda a minha sina e mazela, nem afoguei minhas (agora) crônicas mágoas na cachaça libertadora, também não há outro perfume no meu corpo. Viver é amar, um dia me explicaram direitinho. Eu era inocente e acreditei. Só inocentes e tolos crédulos aprendem isso, eu tive o azar de ser um deles. Nem ouso reclamar.

Quando acordei foi em você que eu pensei. Provavelmente pensei em ti durante toda a noite também, mas dessa vez tive a sorte de não recordar. Não importa como minha vida esteja seguindo, é sempre em seu sorriso que meus pensamentos se convergem. Não há fuga nem plano B. Eu aprendi que não é te esquecendo que irei me livrar de você. Não importa quanto tempo transcorra, jamais me esquecerei daquela noite, aquela, quando estupefata você ouviu minha curtíssima e derradeira declaração de amor. Metade do tempo eu reflito sobre o que ela significou e o que ela irá se tornar em alguns parcos anos. Logo, meu coração será de outra, as suas coisas queimarei no quintal (afastando a cachorra para que não se queime) e essa frase eu voltarei a dizer. Mas não para ti, jamais para ti, nunca mais para ti... Você será apenas uma lembrança, feito tantas outras, e eu serei apenas uma lembrança para você... feito tantas outras. Já não me amas? Basta! Irei, triste, e exilado/ Do meu primeiro amor para outro amor, sozinho (Olavo Bilac, "Desterro").

Quem errou mais? Isso não importa agora, logo, posso ficar com toda culpa pelo nosso fracasso. Sempre sonhei com algo diferente, como nos contos de fadas e nos pagodes de três notas (e se me perguntam Que era mesmo que eu queria?/ ”Eu queria uma casinha/ Com varanda para o mar/ Onde brincasse a andorinha/ E onde chegasse o luar”, Vinicius de Moraes, "Sombra e Luz"). A realidade foi deveras distinta disso, só Deus é testemunha das minhas queixas. Mas, nesse momento, nada disso importa, nada do que doeu agora importa. Eu vou ficar aqui, sozinho, com minhas lembranças e nosso fracasso. Vou lembrar das partes boas, para me emocionar com a saudade. Não lembrarei de nenhuma briga, nem nada disso! Eu quero uma receita para esquecer dos momentos ruins, dos bons eu não preciso. Não preciso e não quero. Para que esquecer do que me orgulho? Do que me fez feliz? Deixa a saudade me machucar, meu anjo, uma hora ela se cansa. Eu não abro mão de recordar o quanto fomos felizes. Acabou, mas não sem muito amor. É o fim, mas não antes de muitas promessas de eterna felicidade. É isso o que vale, afinal. Eu busco isso a cada instante de minha vida.

Mas agora ele está lá e eu aqui. Ele está lá seguindo a vida dele, e eu estou aqui, seguindo a minha. Aqui eu te amo e em vão te oculta o horizonte (Neruda, "Aqui eu te amo"). Ela esta lá vivendo a vida dela como se nada tivesse acontecido. Acho, realmente não sei dizer (Teus olhos são duas silabas/ Que me custam soletrar./ Teus lábios são dous vocábulos/ Que não posso,/ Que não posso interpretar Fagundes Varela, "Canção Lógica"). Eu aqui, não triste, mas saudoso. Às vezes eu olho para os céus para descobrir se sinto algo de novo. Quem sabe um daqueles meus suspiros. Passo horas olhando as estrelas, sem entender por que elas brilham. Elas deveriam fazê-lo somente quando você fosse minha, não em qualquer situação. Mas você segue a sua vida, almoça feliz e se diverte enquanto procuro a receita para te esquecer. Sei que não irei sofrer, o que me castiga é a saudade. Não irei chorar, nem lamentar, tampouco desejar a morte. Irei apenas seguir em frente, sozinho agora, às vezes pensando: o que será que ela faz nesse momento?, agora que chove lá fora! O que será que ela faz? Será que pensa em mim? Será que sorri? Eu abro os braços para envolver a minha vida.

Lembra da música da Elis? Vou querer amar de novo e se não der eu não vou sofrer...? Preciso te dizer a verdade: se isso acontecer, eu vou sofrer sim, meu coração só existe para amar de novo, espero que você entenda. Eu sigo a minha vida por aqui, você continue a sua por aí. Se consegui a receita para se esquecer de um grande amor? Não, parece que isso não existe mesmo. A minha é seguir em frente, então, e quando não der, chorar, não há problema nenhum isso, quem aprende a amar, aprende a chorar também (Paulinho da Viola, "Amor Amor") . Eu aprendi, pratiquei contigo, jamais te esquecerei.

Cantemos a canção da vida,/ na própria luz consumida...

(Mario Quintana, "Inscrição para uma lareira")

{retirado do site:www.digestivocultural.com}


* Não coloquei isso por que quero esquecer, por que não é possivel. E também não quero. Esse texto é lindo e me da muita saudade de quem eu amo...

domingo, 9 de março de 2008 ...


7 maneiras de dizer "eu te amo"
Num filme do Woody Allen chamado Noivo Neurótico, Noiva Nervosa, o personagem diz que ama tanto a namorada que I love you não é suficiente. Fala então I love you, como se precisasse de mais consoantes para dar o atrito amoroso que love - liso, leve - não tem.
Amor é mais legal que love. Termina com esse erre triunfal.
Os outros estados brasileiros que me desculpem, mas o amor com o sotaque deles não é tão intenso quanto o paulista ou o gaúcho, que dizemos amorrrr com a língua tremendo no céu da boca, que nem o coração apaixonado, a debater-se dentro do peito.
Um milhão de erres, no entanto, não dariam conta de expressão essa agonia deliciosa que é amar. Por isso, acho que as maneiras mais bonitas e verdadeiras de se dizer eu te amo não são com letras.
Se ele deixar de ir jogar futebol com os amigos pra te ver, num domingo, isso é "eu te amo". Se ele pega na sua mão, no cinema, é "eu te amo". Se ele fica ao seu lado, te olhando, está dizendo que te ama.
Se ele fala "desliga você" depois de uma hora de telefone, pode ter certeza: isso é muito mais "eu te amo" do que o "eu te amo" que ele disse logo antes. Se ele fica nervoso achando que suas amigas e seus amigos não vão gostar dele é porque te amo, se ele foge dos seus pais, não duvide, te ama. Se ele não consegue dizer que te ama, é porque te ama.
Mais do que em qualquer ação ou frasae, o amor pode ser visto nos olhos da outra pessoa. Se houver aquele brilho tão característico, não importa se ele diga "passa o sal" ou "a raiz quadrada de 49 é 7". Você saberá, que, na verdade, tudo aquilo é uma coisa só: eu te amo.
ooooh =D

Antonio Prata

se eu mordo seu nariz, quero dizer que te amo!


Eu recebi isso a muito tempo, e eu tava relendo meus registros do msn...

27 maio 2008

Blog revela segredos inconfessáveis de pessoas comuns


Quem gostaria de revelar um segredo íntimo, nunca confessado, ou até mesmo vê-lo publicado? Milhões de pessoas, segundo o projeto que o artista americano Frank Warren idealizou para revelar os mais inconfessáveis segredos das pessoas comuns. Ele os publica no blog www.postsecret.blogspot.com, que recebeu mais de 20 milhões de visitas desde que foi criado.

"Acho que através deste ato tão simples é possível nos entendermos melhor" e, além disso, nos livrarmos de "uma carga pesada", explicou Warren de sua casa em Maryland (nordeste). Ele distribui postais com seu endereço em vários locais públicos que, depois de devidamente preenchidos com a descrição dos segredos, são remetidos para seu endereço. Após selecioná-los, Warren os publica no blog.

Por lá passou "uma grande variedade de segredos. Recebo tipos diferentes de segredo todo dia. Parece que são inesgotáveis!", exclamou. "Urinava nas bolas de neve que jogava em meus amigos"; "estou com ciúmes do filho dela"; "corto mechas de cabelo das crianças que cuido enquanto dormem"; "servi carne vermelha no jantar para minha irmã vegetariana"; "quero farrear nu com a bibliotecária" são alguns dos incontáveis segredos enviados por pessoas comuns.

São, afirmou Warren, "histórias de isolamento, inquietação por algum ente querido, de sentimentos, experiências humilhantes. Alguns são divertidos, Outros falam de um gesto bom, algo bom que alguém fez e nunca foi descoberto". É o caso do bom samaritano que contou ter pago o estacionamento de outros.

Mas também há histórias picantes, como a da mulher que confessou que uma noite se divertiu ao se exibir "nua em frente à janela por onde passam os trens". Há outros existenciais, como o do homem que contou viver um dilema: "Estou em um emprego que odeio porque sei que não passaria no teste antidrogas em nenhum outro lugar. E uso drogas porque odeio o meu trabalho".

Há também os familiares - "há dez anos não falo com o meu pai e isso está me matando a cada dia" - e os de difícil classificação - "quase nunca lavo as mãos depois de ir ao banheiro", "roubo pequenas coisas dos meus amigos para lembrar de quanto os amo".

Outros, são sentimentais: "desperdicei todos os meus desejos (de aniversário) com você"; "sabia antes de me casar com ele que acabaria me separando. E me separei"; "eu o odiava por sua depressão".

Warren iniciou seu projeto em novembro de 2004 para uma exposição de arte em Washington. Imprimiu 3 mil postais com seu endereço, convidando desconhecidos a escrever seus segredos, algo que fosse verdade e que nunca tivessem contado a ninguém, distribuindo-os a pessoas no metrô, em restaurantes, deixando alguns entre os livros de bibliotecas públicas, em exposições. "Pouco a pouco foram descobertos, preenchidos e enviados. E desde então recebo confidências", contou.

"Cada dia é um prazer entrar na Internet e receber dezenas de segredos do mundo inteiro e lê-los. Alguns dias recebo cerca de cem. Mesmo assim, quando chego ao último, me sinto triste, sempre quero que haja mais", concluiu.


Obs.: matéria retirada do site do Terra: Link ( http://tecnologia.terra.com.br/interna/0,,OI866296-EI4802,00.html )

Vou mandar um segredo para lá...
video

Garfield

Garfied ... fez parte da minha infância, é muito bom

-----x-----

-----x-----

Arte de Ler e Escrever

Sabe quando você tá triste e nada parece que dá certo, então leia. Ler faz com que a pessoa viva através do olhos de outras pessoas, pode até parecer nostálgico tentar viver algo que outra pessoa viveu, mas não se trata apenas disso.
Quando a gente lê, a gente tem o poder de imaginar tudo a nossa volta como se estivesse acontecendo de novo (acontece comigo).

Escrever para mim é me fazer ser ouvido se emitir som, não espero que ninguem leia, mas sei que se alguem lê o que escrevo pode viver por um instante pelo que eu estou passando, momentos felizes e tristes, raiva ou amor, isso não faz diferença.

Ler é a sétima arte, é onde as pessoas podem se perder e se encontrar, sorrir e chorar, mas quando fecha o está lendo volta a sua vida e carrega consigo um pouco daquilo que leu e viveu por outra pessoa.

O que seria do ser humano sem a escrita heim... =D


[ Brunna Duarte ]
A escrita para mim é um refúgio. É onde tudo ganha vida. Eu sinto, e sei dizer... a palavra é pra mim um instrumento: de amor, de raiva, de tristeza, de reflexão, de crescimento, de desabafo...

*Há um belo sentimento que uma vez em nossas vidas, permanecem pra sempre. Mas causa tristeza quanado se torna motivo da lembrança de um tolo erro.


Liberdade

Ai que prazer
Não cumprir um dever,
Ter um livro para ler
E não o fazer!
Ler é maçada,
Estudar é nada.
O sol doira
Sem literatura.

O rio corre, bem ou mal,
Sem edição original.
E a brisa, essa,
De tão naturalmente matinal,
Como tem tempo não tem pressa…

Livros são papéis pintados com tinta.
Estudar é uma coisa em que está indistinta
A distinção entre nada e coisa nenhuma.

Quanto é melhor, quando há bruma,
Esperar por D. Sebastião,
Quer venha ou não!

Grande é a poesia, a bondade e as danças…
Mas o melhor do mundo são as crianças,
Flores, música, o luar, e o sol, que peca
Só quando, em vez de criar, seca.

O mais do que isto
É Jesus Cristo,
Que não sabia nada de finanças
Nem consta que tivesse biblioteca…


(Fernando Pessoa)


Depois que li esse poema minha vontade de estudar passou... e a de ler aumentou.

26 maio 2008

O que passou...


Eu fiquei alguns dias sem postar e já estava com saudade de sentar aqui e escrever.

Hum... se passou a "festa do tomate" e foi muito bom, só os shows que não foram tudo isso, mas as pessoas que estavam lá eram todas incríveis. Não sei quando eu vou ver todo mundo de novo, e bate uma certa tristeza.

Muitas coisas marcaram essa festa do tomate como a ida ao parque de diversões na festa e ir no Kamikaze ( e ver o will de olho fechado com medo ), todo mundo junto na festa junto, desde a ida de ônibus todo mundo junto até a volta, passando por momentos divertidos que se passaram.

Eu filmei a festa e o pessoal, e daqui a alguns post's eu vou colocar um video aqui de tudo que se passou lá... foi tudo muito divertido e que se repete apenas uma vez por ano. =D

Ainda ando meio triste, mas hoje mandei um e-mail para a Pat, dizendo tudo (Pat uma amiga minha cuja a qual nunca vi, mas mesmo assim gosto muito dela) ... expliquei tudo, pelo menos eu acho. Tudo o que passa nesse momento pela minha cabeça e pelo meu coração.

E para fechar, sabado eu voltei a tirar fotos... e consgui tirar essa foto enquanto eu voltava da festa... era por volta das 6 da manha.

22 maio 2008

Me conte algo novo...


A vida anda na mesma mesmice. Ahhh não, hoje tem festa do tomate aqui em Paty do Alferes, você conhece né?
- Não, não conheço.
- Como assim O_O ... hahaha não se espantem muita gente não conhece.

Só não confundam com uma festa tradicional da Espanha onde as pessoas jogam tomate umas nas outras. Mas bem que se fosse assim ia ser muito legal também hahahaha ...

Pois então, a festa do tomate acontece todo ano nesse mesmo feriado. É bem legal até. São 5 dias de festa, sendo que o primeiro dia é gospel. Mas nos outro a festa conta com shows de bandas de todo brasil =D. Já passaram pela Festa do Tomate, Ivete Sangalo, Lulu Santos, J-Quest, Sandy e Junior, Zeca Pagodinho, Leandro e Leonardo, Titas, entre muitos outros... hahaha não quer dizer que eu goste muito dos shows, mas a festa em si é muito boa, pois a gente tem a oportunidade de juntar o pessoal.
Muitos dos meus amigos e até mesmo eu não moramos mais em Miguel Pereira (a cidade do lado de Paty). Muitos foram para Rio de Janeiro, Juiz de Fora e São Paulo. Então é uma oportunidade de se juntar e ver como as coisas andam, e eu acho que isso vai ser assim a vida toda sabe. O que de certa forma me deixa feliz, por que não perdemos as amizades de muitos anos, e põe anos nisso.

Por fim... tenho que me arrumar o pessoal tá me esperando para sair ... Hoje é show do NX-Zero o que me faz pensar que vai ter uma cambada de EMOs lá... mas tud bem o pessoal vai lá mais para zuar mesmo... e amanha é Paralamas, e vai ser muito bom =D

Hoje eu também conheci a namorado do meu primo... Jaqueline, que é uma minina simpática e tem muita a ver com ele =D. A cidade tava deserta nem parece que vai ter festa huahuahuahua ... mais transito tá um pouco mais movimentado agora a noite. Espero que a festa seja ba... Fuiii xD

see ya todo mundo .o/

21 maio 2008

Durma medo meu...


Tenho durmido muito, mas muito mesmo... tenho que arrumar algo para fazer.
O período tá terminando e tá tudo muito bem, to com excelentes notas em todas as matérias, e to muito feliz, além do mais eu vou precisar de um bom histórico se eu for pedir transferência mesmo, e eu vou.

--------------------------x--------------------------
Soninho (do latim somnu, com o mesmo significado) é um estado ordinário de consciência, complementar ao da vigília (ou estado desperto), em que há repouso normal e periódico, caracterizado, tanto no ser humano como nos outros animais superiores, pela suspensão temporária da atividade perceptivo-sensorial e motora voluntária.

Ao dizer-se complementar, em conjugação com ordinário, quer-se significar tão somente que, na maioria dos indivíduos (com destaque, aqui, para os humanos), tais estados de consciência alternam-se, complementando-se ordinária, periódica e regularmente.

O Estado de sono é caracterizado por um padrão de ondas cerebrais típico, essencialmente diferente do padrão do estado de vigília, bem como do verificado nos demais estados de consciência. Dormir, nesta acepção, significa passar do estado de vigília para o estado de sono.

No ser humano, o ciclo do sono é formado por cinco estágios e dura cerca de noventa minutos (podendo chegar a 120 minutos). Ele se repete durante quatro ou cinco vezes durante o sono.

Ao dormir, os sentidos perdem-se na seguinte ordem: visão, paladar, olfato, audição e tato. O tato desperta ao mais leve toque sobre a pele. É o vigia do corpo adormecido.

Ao despertar, os sentidos voltam nesta ordem: tato, audição, visão, paladar e olfato.

Do que se tem registro na literatura especializada, o período mais longo que uma pessoa já conseguiu ficar sem dormir foi de onze dias. (Por curiosidade, Napoleão Bonaparte dormia quatro horas por noite; já Albert Einstein precisava de dez horas de sono).


(Retirado do Site Wikipédia)

-----------------------------------------------x------------------------------------------------

Então o sono é algo de grande importância... eu durmo muito, mas não consigo me sentir descansado, vou procurar um médico. Eu acredito ter um problema psicológico ligado ao sono, no momento eu esqueci o nome dele, mas se resume basicamente assim (eu durmo para não ter de encarar alguns problemas) ... mas vou melhorar isso. =D

Eu to indo para minha cidade hoje. Já que vai ser feriado essa quinta-feira e vai ter festa do Tomante ... e a gente deve encontar um monte de amigos nossos. *_*

Acho que já passou da hora de dormir... vou ver se eu descanço um pouco, por que eu também preciso descansar.

See ya folks ... vou ver se eu posto algo durante o feriado nem que seja um foto meio tosca da festa do tomate para quem não conhece conhecer =D

Como diria uma pessoa especial que conheci: ámuahhhhhhhhh =*********

20 maio 2008

Across The Universe


Hoje eu assisti o filme "Across the Universe" ele é simplismente tudo. É um músical, que tem como tema os anos 60, e várius fatos que aconteceram nessa época, é um excelente. O filme conta com músicas dos Beatles inteiramente, do início ao fim.
O filme conta com um elenco bem jovem, e contam a participação de Bono Vox (vocalista do U2).
Eu recomendo esse filme para quem gosta de musicais e filmes nostágicos, que voltam no tempo e contam historias de um grupo de pessoas na época de 60.
Eu vou ver se eu consigo ver o filme de novo depois, para analisar ele por outro ponto de vista...

Foto: Na foto se encontram as personagens que estão no foco do filme, onde mostra o dia-a-dia, e a vida nos anos 60, passando pelo movimento Hippie, movimento dos Negros, Guerra do Vietña e etc.

Video: é o começo do filme... vale a pena dar uma olhada... para ter o gostinho =D
video

Saudade


Saudade é uma das palavras mais presentes na poesia de amor da língua portuguesa e também na música popular, "saudade", só conhecida em galego-português, descreve a mistura dos sentimentos de perda, distância e amor. A palavra vem do latim "solitas, solitatis" (solidão), na forma arcaica de "soedade, soidade e suidade" e sob influência de "saúde" e "saudar".

Diz a lenda que foi cunhada na época dos Descobrimentos e no Brasil colônia esteve muito presente para definir a solidão dos portugueses numa terra estranha, longe de entes queridos. Define, pois, a melancolia causada pela lembrança; a mágoa que se sente pela ausência ou desaparecimento de pessoas, coisas, estados ou ações. Provém do latim "solitáte", solidão.


Saudade é uma espécie de lembrança nostálgica, lembrança carinhosa de um bem especial que está ausente, acompanhado de um desejo de revê-lo ou possuí-lo. Uma única palavra para designar todas as mudanças desse sentimento é quase exclusividade do vocabulário da língua portuguesa em relação às línguas românicas; há mesmo um mito de que seja intraduzível. Porém, assim não acontece no que diz respeito à língua romena, em que existe a palavra "dor", correspondente semântico perfeito da "saudade" portuguesa (em romeno, a palavra portuguesa "dor" traduz-se por "durere"). Em galego existe a mesma palavra saudade, por vezes na variante soidade; os galegos também usam a palavra morriña ou morrinha com um significado parcialmente coincidente. Em crioulo cabo-verdiano existe a palavra sodade ou sodadi, directamente derivada da portuguesa saudade e com o mesmo significado.

Recentemente, uma pesquisa entre tradutores britânicos apontou a palavra "saudade" como a sétima palavra de mais difícil tradução[1].

Pode-se sentir saudade de muita coisa:

  • de alguém falecido.
  • de alguém que amamos e está longe ou ausente.
  • de um amigo querido.
  • de alguém ou algo que não vemos há imenso tempo.
  • de alguém que não conversamos há muito tempo.
  • de sítios (lugares).
  • de comida.
  • de situações.
  • de um amor

A expressão "matar a saudade" (ou "matar saudades") é usada para designar o desaparecimento (mesmo temporário) desse sentimento. É possível "matar a saudade", e. g., relembrando, vendo fotos ou vídeos antigos, conversando sobre o assunto, reencontrando a pessoa que estava longe etc. "Mandar saudades", por exemplo no sul de Portugal, significa o mesmo que mandar cumprimentos.

A saudade pode gerar sentimento de angústia, nostalgia e tristeza, e quando "matamos a saudade" geralmente sentimos alegria.

Em Portugal, o Fado está directamente associado com este sentimento. Do mesmo modo, a sodade cabo-verdiana está intimamente ligada ao género musical da morna.


(retirado da Wikipédia)

19 maio 2008

VIDA MODERNA



Dizem que todos os dias você deve comer uma maçã por causa do ferro. E uma banana pelo potássio. E também uma laranja pela vitamina C. Uma xícara de chá verde sem açúcar para prevenir a diabetes.

Todos os dias deve-se tomar ao menos dois litros de água. E uriná-los, o que consome o dobro do tempo.

Todos os dias deve-se tomar um Yakult pelos lactobacilos (que ninguém sabe bem o que é, mas que aos bilhões, ajudam a digestão).

Cada dia uma Aspirina, previne infarto. Uma taça de vinho tinto também. Uma de vinho branco estabiliza o sistema nervoso. Um copo de cerveja, para... não lembro bem para o que, mas faz bem.

O benefício adicional é que se você tomar tudo isso ao mesmo tempo e tiver um derrame, nem vai perceber.

Todos os dias deve-se comer fibra. Muita fibra.
Fibra suficiente para fazer um pulôver.

Você deve fazer entre quatro e seis refeições leves diariamente. E nunca se esqueça de mastigar pelo menos cem vezes cada garfada. Só para comer, serão cerca de cinco horas do dia...

E não esqueça de escovar os dentes depois de comer. Ou seja, você tem que escovar os dentes depois da maçã, da banana, da laranja, das seis refeições e enquanto tiver dentes, passar fio dental, massagear a gengiva, escovar a língua e bochechar com Plax.

Melhor, inclusive, ampliar o banheiro e aproveitar para colocar um equipamento de som, porque entre a água, a fibra e os dentes, você vai passar ali várias horas por dia.

Há que se dormir oito horas por noite e trabalhar outras oito por dia, mais as cinco comendo são vinte e uma. Sobram três, desde que você não pegue trânsito.

As estatísticas comprovam que assistimos três horas de TV por dia. Menos você, porque todos os dias você vai caminhar ao menos meia hora (por
experiência própria, após quinze minutos dê meia volta e comece a voltar, ou a meia hora vira uma).

E você deve cuidar das amizades, porque são como uma planta: devem ser regadas diariamente, o que me faz pensar em quem vai cuidar delas quando eu
estiver viajando.

Deve-se estar bem informado também, lendo dois ou três jornais por dia para comparar as informações.

Ah! E o sexo !
Todos os dias, tomando o cuidado de não se cair na rotina. Há que ser criativo, inovador para renovar a sedução. Isso leva tempo e nem estou falando de sexo tântrico.

Também precisa sobrar tempo para varrer, passar, lavar roupa, pratos e espero que você não tenha um bichinho de estimação. Na minha conta são 29 horas por dia.

A única solução que me ocorre é fazer várias dessas coisas ao mesmo tempo!!! Por exemplo, tomar banho frio com a boca aberta, assim você toma água e escova os dentes. Chame os amigos junto com os seus pais. Beba o vinho, coma a maçã e a banana junto com a sua mulher na cama.

Ainda bem que somos crescidinhos, senão ainda teria um Danoninho e se sobrarem 5 minutos, uma colherada de leite de magnésia.

Agora tenho que ir.

É o meio do dia, e depois da cerveja, do vinho e da maçã, tenho que ir ao banheiro. E já que vou, levo um jornal...Tchau....
Se sobrar um tempinho, me manda um e-mail.

(Luís Fernando Veríssimo)

------------------x----------------------

Como é que a gente consegue fazer tudo isso não é... hahaha, mas é claro que a gente se priva de tantas coisas para realizar outras. Mas se a vida não fosse tão complicada será que ia ser tão interesante? =D

Um Dia de Cada Vez

Tihuana

Viver um dia de cada vez
Sentir saudade
E não ter medo de chorar
Um dia eu cheguei a pensar
Que sem alguém
Eu viveria mais feliz...

Não sei!
Se a hora é certa prá dizer
As tantas coisas
Que eu não posso mais guardar
Das outras vezes que eu tentei
Você nem me deixou falar
Você nem quis me escutar...

Já faz um tempo
Que deixou de ser legal
A nossa história
Pode estar chegando ao fim
Não tenho mais razão
Prá continuar
Levar adiante
Prá depois se arrepender...

Não sei!
Se a hora é certa prá dizer
As tantas coisas
Que eu não posso mais guardar
Das outras vezes que eu tentei
Você nem me deixou falar
Você nem quis me escutar...

Não quero me lembrar de você
Como alguém que me fez mal
Teremos coisas boas prá contar
Mas hoje não vai dar prá ser...

Não sei!
Se a hora é certa prá dizer
As tantas coisas
Que eu não posso mais guardar
Das outras vezes que eu tentei
Você nem me deixou falar
Você nem quis me escutar
Ah ah ah ah! Ah ah!...
Você nem me deixou falar!


Composição: Ivy / Tihuana
video

18 maio 2008

Fernando Pessoa


    Poesias de Álvaro de Campos

    Todas as cartas de amor são
    Ridículas.
    Não seriam cartas de amor se não fossem
    Ridículas.

    Também escrevi em meu tempo cartas de amor,
    Como as outras,
    Ridículas.

    As cartas de amor, se há amor,
    Têm de ser
    Ridículas.

    Mas, afinal,
    Só as criaturas que nunca escreveram
    Cartas de amor
    É que são
    Ridículas.

    Quem me dera no tempo em que escrevia
    Sem dar por isso
    Cartas de amor
    Ridículas.

    A verdade é que hoje
    As minhas memórias
    Dessas cartas de amor
    É que são
    Ridículas.

    (Todas as palavras esdrúxulas, Como os sentimentos esdrúxulos, São naturalmente Ridículas.)

    Álvaro de Campos, 21-10-1935

17 maio 2008

Sejam Bem Vindos ao Seu Próprio Show... Teatro Mágico!


A tempos eu não disfruto de um show de uma banda que fala mais como o coração do que com apenas palavras. Esse é o Teatro Mágico. Ontem em Juiz de Fora o Teatro Mágico se apresentou para MUITA gente... eu estava lá era mais uma pessoa pulando no meio da multidão, tentando ser feliz. É meio redundante falar muita gente né... então vou dar um chutão. Acho que deveriam ser 3.000 pessoas. É pode ter sido, ou até mais. O show foi na Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Foi muito bom, muito bonito e tudo mais.
O que me deixou muito feliz é que um pessoal da minha pequena cidade Miguel Pereira (conhece? ahhh não importa, mas deveriam conhercer, pois tem pessoas incríveis lá) ... então voltando, um pessoal lá de MP vieram aqui me raptaram da minha "toca" e me levaram para lá para me alegrar, mas eles nem preceberam que só deles terem vindo aqui já foi o maior gesto de amizade e tudo mais que poderiam me dar. Eu to meio para baixo, não vou negar, mas quem sabe isso passe?
O pessoal que veio foi "Meu irmão, Italo, Cris, Dessa, Felipinho e mais o pessoal que eu acabei esbarrando lá como a Marja, Mariana, Sano e etc etc etc... muito gente.

E como Diz Fernando Anitelli: So enquando eu respirar eu vou pensar em você... em todosss vocês.
video

16 maio 2008

What a Heart Needs...


Origem da Palavra: Sincero

A palavra SINCERO foi inventada pelos romanos.
Eles fabricavam certos vasos de uma cera especial. Essa cera era, às vezes, tão pura e perfeita que os vasos se tornavam transparentes. Em alguns casos, chegava-se a distinguir um objeto - colar, uma pulseira ou um dado - que estivesse colocado no seu interior.
Para o vaso assim, fino e límpido, dizia o romano vaidoso: Como é lindo!!! Parece até que não tem cera!!! "Sine cera" queria dizer "sem cera", uma qualidade de vaso perfeito, finíssimo, delicado, que deixava ver através de suas paredes e da antiga cerâmica romana.
O vocábulo passou a ter um significado muito elevado. Sincero é aquele que é franco, leal, verdadeiro, que não oculta, não usa disfarces, malícias ou dissimulações.
O sincero, à semelhança do vaso, deixa ver através de suas palavras os nobres sentimentos do seu coração. SINCERA é uma palavra doce e confiável, é uma palavra que acolhe...
E essa é uma palavra que deveria estar no vocabulário de toda pessoa.

15 maio 2008

All I Can Say - S.M.I.L.E


Eu pensei que palhaços sempre sorriam
Mas uma vez eu vi um palhaço chorar
Tudo parecia estar fora do lugar

A maquiagem tomava outra forma
Que desenhava uma linha até o fim do rosto
Parecia que ele tinha perdido o gosto

Ele veio até mim e disse:
Fazer os outros rirem é uma dádiva
Não são todos que tem esse dom

Mesmo que faça os outros sorriem
Alguem sempre te faz chorar
Mas tem de levantar

O sorriso é algo contagiante
Que trás o melhor que há em você
É algo que não tem igual

Não vou dizer que não vai chorar
Mas tenho certeza que vai sorrir
É por isso que você está aqui ... hoje

(eu sou palhaço) \o/

video
Chaplin sempre me deixa feliz xP

14 maio 2008

What Women Want?



"Uma revista feminina realizou um seminário destinado às mulheres. Com duração de três dias, o encontro resultou nas seguintes conclusões:


1) Cheiro bom de homem é... de homem! Um perfume cítrico e aquele cheiro de banho tomado também são ótimos. Mas evite extravagâncias.


2) Hálito de bebidas alcoólicas excita ( de uísque, vodka, vinho e champagne) . De cerveja e pinga, não!


3) Você pode ter o cabelo como quiser... desde que não seja tigela.
Pode mantê-lo limpo, mas nunca secá-lo com "escova". Você pode até ser careca, as mulheres não ligam. Se você tem uma peruca, use-a no Natal, no presépio, como manjedoura do Menino Jesus! Implantes de cabelo, jamais! Eles dispersam a atenção de uma mulher: ao invés de ouvir o que você diz, ficamos hipnotizadas pelos tufos na sua testa!


4) Não se atreva a esmaltar suas unhas ou tirar as cutículas. Corte-as e lixe-as, apenas. (Nota da Redação: aqui havia uma sugestão para cravá-las em determinada parte da anatomia feminina, que suprimi em nome do decoro).


5) Se você tem calos na palma da mão, cultive-os ( temos sugestões edificantes a respeito!). São úteis para que gritemos na sua cara: Vem, meu estivador, mostra quem manda aqui!


6) Admitimos que você tenha barriga, mas não que seja uma enorme barriga.


7) Pêlos no peito, não muitos. Em orifícios visíveis, como orelhas e nariz, pedimos clemência e tesourinha sem ponta!


8) Banho antes, sim . Logo depois, nunca! Algum tempo depois... hummmm...pode ser!


9) Escovar os dentes é obrigação. Mas, se você usar Listerine depois do sexo oral, apanha!


10) Máscaras de creme no rosto, só se você sofrer de micose ou for palhaço de circo.


11) Homens com músculos definidos nos parecem másculos. Homens musculosos demais nos parecem indefinidos.


12) Há coisas que aterrorizam uma mulher: homens que usam bigode, que usam camiseta regata, que usam shortinho bem curto para ir à padaria, e os que têm todos os discos dos grupos Abba ou KLB.


13) Não se depile, a menos que: a sua mulher peça; você seja nadador; você seja masoquista.


14) Os homens bem arrumados e elegantes são os melhores de cama, comprovadamente. O resto só serve pra manutenção!


15) Reconhecemos um homem pelo sapato que ele usa : não se atreva a usar um mocassim de bico fino cor de gelo, ou meias brancas. (A menos que você esteja de tênis ou for médico, eu acrescentaria).


16) Dentes brancos e bem tratados vão bem, mas não a ponto de você mastigar de boca aberta ou mostrar sua higiene com palito de dente a céu aberto.


17) Se você for meio esculhambado, usar meia amarela, cueca furada, botina velha e camisa amarrotada, seja ao menos um tipo sensível: saiba poemas de cor ou faça o tipo "cineasta atormentado".


18) Na cama você pode fazer o que quiser, menos transar de meias sociais.


19) Nas roupas, prefira sempre o básico elegante, mas tenha no armário um uniforme de bombeiro ou pelo menos um capacete. Se a roupa não der ibope, o uniforme nós garantimos.


20) Não beba álcool demais, nem de menos. Abstêmios, hare krishnas, mórmons e adeptos do Pró-vida são assustadores como serial killers.


21) Se você nunca come carne vermelha, acabará não comendo amarela, negra e nem branca também.


22) Definitivamente e unanimemente, escolhemos os homens com mais de 35 anos, pois são os que sabem o que e como fazer; que não têm ejaculação precoce, nem pressa de acabar.


23) Não tenha chulé. Se vira!


24) E lembre-se: se você se olha demais no espelho, acabará encontrando alguém à sua imagem e semelhança, não uma mulher.

O Que Você Colocaria Dentro do seu Coração?


TU E EU

Somos diferentes, tu e eu.
Tens forma e graça
e a sabedoria de só saber crescer
até dar pé.
E não sei onde quero chegar
e só sirvo para uma coisa
- que não sei qual é!
És de outra pipa
e eu de um cripto.
Tu, lipa
Eu, calipto.

Gostas de um som tempestade
roque lenha
muito heavy
Prefiro o barroco italiano
e dos alemães
o mais leve.
És vidrada no Lobão
eu sou mais albônico.
Tu,fão.
Eu,fônico.

És suculenta
e selvagem
como uma fruta do trópico
Eu já sequei
e me resignei
como um socialista utópico.
Tu não tens nada de mim
eu não tenho nada teu.
Tu,piniquim.
Eu,ropeu.

Gostas daquelas festas
que começam mal e terminam pior.
Gosto de graves rituais
em que sou pertinente
e, ao mesmo tempo, o prior.
Tu és um corpo e eu um vulto,
és uma miss, eu um místico.
Tu,multo.
Eu,carístico.

És colorida,
um pouco aérea,
e só pensas em ti.
Sou meio cinzento,
algo rasteiro,
e só penso em Pi.
Somos cada um de um pano
uma sã e o outro insano.
Tu,cano.
Eu,clidiano.

Dizes na cara
o que te vem a cabeça
com coragem e ânimo.
Hesito entre duas palavras,
escolho uma terceira
e no fim digo o sinônimo.
Tu não temes o engano
enquanto eu cismo.
Tu,tano.
Eu,femismo.


Luis Fernando Veríssimo
----------------x-----------------

Se alguma vez você parar de amar alguem... ou o sentimento mude, converse com essa pessoa. Não tente, ou faça a pessoa que você gosta mudar o sentimento que ela tem por você. Por que você pode perder mais do que o amor dessa pessoa, você pode perder aquele brilho que fez tudo começar.
Amor é algo único, metamórfico e especial de uma forma que nada mais é. Amar é ser corajoso e mesmo assim ter medo. Ser feliz e conviver as vezes com a tristeza. Ser um e dois ao mesmo tempo. Ser dois e voltar a ser um.

Agora a noite vi "Homem de Ferro" o Filme, mais uma vez . É um excelente filme, com bons atores e um roteiro muito fiel, para mim foi a melhor adaptação de um quadrinho para filme. Só que dessa vez com um amigo. A faculdade vai bem, não vejo a hora de acabar esse período e o proximo. Minha vida vai mudar muito ano que vem, independente dos acontecimentos que me abalaram... mas mudando de assunto.
Não é de hoje, mas eu to com uma idéia meio louca de ser mímico. Muito estranho... e quando eu me mudar ano que vem para São Paulo pretendo fazer trabalhos voluntarios em hospitais com crianças. Tudo é muito incerto nesse momento, mas eu sei que posso fazer algo maior. Eu ficava pensando que minha na minha vida não fiz nada de muito especial, e que isso é meio triste. Mas acho que todo mundo pode fazer algo especial, é so querer e pode se imortalizar por causa disso.

13 maio 2008

A Broken Heart-Shapped Box


Hoje eu li um e-mail da Thalita. Muitas coisas me machucaram nele, como o fato dela querer quazer com que eu parasse de amar ela enquanto a gente ainda estava junto. Fazendo um joguinho com o meu coração, esperando eu dizer coisas como "eu te amo" e depois falar "nem". Nossa isso me me deixou muito mal, tremulo e perdido, pois não sei quando isso tudo começou. Eu to perdido, não sei onde me sustentar, não sei como levantar mesmo depois de tudo isso.
A carta dela me confortou de certa forma, mas me machucou de uma forma que palavras não podem descrever. Passei a ódiar sonhar, toda a minha vida tem sindo baseada em sonhos, e planejamento sobre o que fazer no futuro, e o que eu consegui até hoje? Consegui apenas me machucar, ter ilusões de coisas as quais não posso mais tocar, me apaixonar e perder, perder pessoas, me fechar e perder o meu brilho.
Recebi um telefonema hoje perguntando, Léo o que aconteceu, a Thalita tá como casada no orkut, mas não é com um tal de John lá dos EUA. E a minha reação, acho que eu não preciso dizer não é. To cansado de chorar, porque eu amo? Por que eu continuo tentando me apaixonar? Por que a vida não é um conto de fadas?
Minha vida tá mais triste, e decidi ficar sozinho não quero mais ninguem por muito tempo... não quero sentir mais dor. Acho que ficar sozinho sempre foi a melhor opção.
video

Same Mistake - James Blunt

video
So while I'm turning in my sheets
And once again, I cannot sleep
Walk out the door and up the street
Look at the stars beneath my feet
Remember rights that I did wrong
So here I go

Hello, hello

There is no place I cannot go
My mind is muddy but
My heart is heavy, does it show
I lose the track that loses me
So here I go

oo oooooo ooo ooo oo oooo...

And so I sent some men to fight,
And one came back at dead of night,
said "Have you seen my enemy?"
said "he looked just like me"
So I set out to cut myself
And here I go

oo oooooo ooo ooo oo oooo...

I'm not calling for a second chance,
I'm screaming at the top of my voice,
Give me reason, but don't give me choice,
Cos I'll just make the same mistake again,

oo oooooo ooo ooo oo oooo...

And maybe someday we will meet
And maybe talk and not just speak
Don't buy the promises 'cause
There are no promises I keep,
and my reflection troubles me
so here I go

oo oooooo ooo ooo oo oooo...

I'm not calling for a second chance,
I'm screaming at the top of my voice,
Give me reason, but don't give me choice,
Cos I'll just make the same mistake (REPEAT) again

oo oooooo ooo ooo oo oooo...

So while I'm turning in my sheets

And once again, I cannot sleep

Walk out the door and up the street

Look at the stars

Look at the stars, falling down,

And I wonder where, did I go wrong.

----------------x---------------

Quantas vezes vamos cair e levantar, quantas vezes vamos nos ferir até ser feliz, quantas vezes vamos sonhar com algo que vai desaparecer quando abrimos os olhos, quantas vezes isso tudo vai se repetir? "autor desconhecido"

Let's just talk ... never is late.

12 maio 2008

Queen of Hearts

Já fazem cinco dias que a minha minina terminou comigo. Meus dias tem sidos todos iguais, eu fecho os olhos e acordo já pensando nela. Eu queria que fosse diferente, mas a gente não pode mudar o destino não é. As vezes a vida é estranha, e a gente tenta entender, faz de tudo para isso, mas simplismente não consegue.

É estranho pensar que uma pessoa pode parar de gostar de você do dia para a noite. Tudo parecia tão perfeito e faltava tão pouco tempo para nos vermos de novo. E tudo acaba sem você ao menos poder fazer nada a não ser ficar triste e chorar por algo que não pode mais ter.

Passei esse último fim de semana em casa vendo filmes, a maioria romances com finais felizes, ainda espero ter um final feliz esperando por mim. Uma coisas que me deixou feliz nesse tempo foi receber o apoio de muitas pessoas, algumas foram até minha casa, outras ligaram, mas o que foi importante foi que tinha pessoas lá que se preoculpavam comigo. E isso não tem preço.

Mas mesmo assim sinto falta dela, não sei quanto tempo vou levar para levantar desse tombo. É incrível como eu só consigo pensar nisso, e nada posso fazer, bem que eu queria. Me dá uma vontade de gritar, mas não é de ódio é de tristeza e dor. =/

Eu espero que o futuro seja melhor. - Meu fotolog abandonado - www.fotolog.com/lupim


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...