Páginas

Pesquisar este blog

08 março 2010

A Arte dos Provérbios - Parte 8 (Famosos)


• À noite todos os gatos são pardos.

• A união faz a força.

• Agora, Inês é morta.

• Água mole em pedra dura, tanto bate até que fura.

• Antes tarde do que nunca.

• Aprenda todas as regras e transgrida algumas.

• Aproveite a sorte enquanto ela está a seu favor.

• Aquele que só pensa em trabalho torna-se maçante.

• Aqui se faz, aqui se paga.

• As aparências enganam.

• Cada cabeça, uma sentença.

• Cada coisa a seu tempo.

• Cada macaco no seu galho.

• Cão que ladra não morde.

• Cautela nunca é demais.

• De grão em grão, a galinha enche o papo.

• De moeda em moeda se faz uma fortuna.

• Depois da tormenta, sempre vem a bonança.

• Desgraça pouco é bobagem.

• Devagar se vai longe.

• Dia de muito, véspera de pouco.

• Dizei-me com quem andas e eu te direi quem és.

• É melhor não cutucar a onça com vara curta.

• É melhor prevenir do que remediar.

• É na necessidade que se conhece o amigo.

• Em boca fechada não entra mosca.

• Em casa de ferreiro, espeto de pau.

• Em rio que tem piranha, jacaré nada de costas.

• Em terra de cego, quem tem um olho é rei.

• Falar é prata, calar é ouro.

• Gato escaldado tem medo de água fria.

• Mais vale um pássaro na mão do que cem voando.

• Melhor um pardal na mão do que um pombo no telhado.

• Na cama que farás, nela te deitarás.

• Nada como um dia após o outro.

• Não adianta chorar sobre o leite derramado.

• Não confie na sorte. O triunfo nasce da luta.

• Não conte com o ovo na barriga da galinha.

• Não há bem que sempre dure, nem mal que nunca se acabe.

• Não há marcas que o tempo não apague.

• Nem tudo que reluz é ouro.

Um comentário:

Luh_Rune disse...

Muito bom os provérbios, conheço bastante deles hehehe

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...